Rants literários: Literatura YA e a cultura de estupro

Quando falamos da teoria, eu gosto muito de livros Young Adult.

Veja bem, na teoria YA é um gênero ótimo: é sobre histórias de jovens se tornando adultos, naquela já familiar fórmula do rito de passagem, e isso, é claro, deveria servir para que pessoas como eu (no auge dos 18 anos e, portanto, uma jovem se tornando adulta) se identificassem com a coisa toda. Segundo especialistas, ter esse tipo de livro por aí pode ajudar e entreter muitos jovens que não sabem o que diabos querem fazer da vida ou quem são, já que neles os protagonistas estão praticamente no mesmo barco (mesmo quando “descobrir quem são” envolve o protagonista descobrindo que é algum tipo de criatura mística, o que seria, portanto, uma espécie de metáfora para a vida adulta). Então sim, YA, na teoria, é um gênero maravilhoso.

Mas na prática não. Principalmente quando os livros são voltados para garotas.
Continuar lendo

Anúncios