Resenha: Revista Trasgo #04

Revista Trasgo #04
Jessica Borges, Fred Oliveira, Mary C. Muller, Ademir Pascale, Érica Bombardi, Gerson Lodi-Ribeiro.
Editado por Rodrigo van Kampen e ilustrado por Edmar Nunes de Almeida.
Skoob
★★★★
Admito que essa edição da Trasgo não foi uma de minhas favoritas, por motivos que explicarei nas mini-resenhas dos contos. Mas, apesar de alguns tropeços relacionados às histórias (na minha opinião, claro), a qualidade da escrita ainda se mantém excelente e só isso já o suficiente para conquistar muitos pontinhos comigo. Então, sem mais delongas, minha opinião sobre os contos da quarta edição da Trasgo:
  • Rendição do Serviço de Guarda (Gerson Lodi-Ribeiro): esse conto tem uma qualidade ótima, mas não foi pra mim. Acho que a essa altura do campeonato vocês já devem saber que sou louca por literatura fantástica, então leio a Trasgo mais por histórias desse gênero, embora não recuse ficção científica na maior parte das vezes. Rendição do Serviço de Guarda é do tipo de ficção científica que não me agrada, provavelmente porque sou leiga demais no assunto (também não sou chegada a infodumps e tal), mas a escrita é no geral ótima e a ideia geral do conto (principalmente a questão no final) são bem interessantes. Fãs de ficção científica provavelmente vão gostar bem mais do que eu.
  • Vivo. Morto. X. (Érica Bombardi): conto com uma escrita excelente e uma história muito, muito boa. Seria meu preferido de toda a edição se não fosse um pequeno detalhe: piada de feminista sendo “sapata”. Algo completamente desnecessário, sem o menor peso para a história em si. Basicamente o tipo de coisa que eu quero ver extinta da literatura. Mas se você conseguir ignorar isso vai encontrar um conto maravilhoso, como eu já disse.
  • Isaac (Ademir Pascale): sei que estou me repetindo, mas escrita ótima e história interessante. O único defeito para mim foi o fato do conto ser muito curto; mal havia começado e puf, terminou. Acho que se tivesse um desenvolvimento maior o resultado final seria ainda melhor.
  • Estive assombrando seus sonhos (Mary C. Muller): esse conto foi bem divertido e fácil de se ler. A história é muito legal e os personagens também, e a escrita é leve, mas sem deixar de ter alguma profundidade. O tipo de conto que te deixa um pouquinho mais feliz ao chegar o final do que você estava antes de começá-lo.
  • Arca dos Sonhos (Fred Oliveira): apesar de ter gostado sim de Arca dos Sonhos, achei o conto um tiquinho parado demais, mas a escrita e a história acabam compensando. É ficção científica de novo, mais uma vez do tipo que me deixa um tanto cansada, mas isso não me incomodou muito durante a leitura não. No geral, um conto bom.
  • No Labirinto (Jessica Borges): meu favorito junto a Estive assombrando seus sonhos. Gostei da mistura de ideias e referências, e gostei de finalmente ver um personagem não-heterossexual na revista, mesmo sendo um secundário. E, além disso, a escrita é ótima. No Labirinto é um conto que vale muito a pena.

Quem fez as ilustrações da quarta edição da Trasgo foi Edmar Nunes de Almeida e você pode vê-las aqui. Achei as de dentro da revista bem mais legais do que a da capa, mas consigo ver porque esta foi escolhida.

Para mais informações sobre como enviar seu conto, clique aqui, e para baixar e/ou ler a Trasgo, clique aqui. Enfim, quatro estrelas para essa quarta edição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s