Resenha: O Mar de Monstros, Rick Riordan

O Mar de Monstros
Percy Jackson e os Olimpianos #02
Rick Riordan
Skoob
★★★★☆

O Mar de Monstros é o segundo volume da série Percy Jackson e os olimpianos, best-seller do The New York Times. Nessa nova aventura, Percy e seus amigos estão em busca do Velocino de Ouro, único artefato mágico capaz de proteger da destruição seu lugar predileto e, até então, o mais seguro do mundo: o Acampamento Meio-Sangue. Com o envenenamento da árvore de Thalia por um inimigo misterioso, as fronteiras mágicas que protegem o Acampamento estão ameaçadas, e é preciso buscar o antídoto.

Assim, nossos heróis partem em uma arriscada e incrível viagem pelo Mar de Monstros, localizado nas coordenadas 30-31-75-12: uma referência ao Triângulo das Bermudas. Lá, enfrentam seres fantásticos e muitos perigos e situações inusitadas, que põem à prova seu heroísmo e sua herança – quando Percy irá questionar se ser filho de Poseidon é uma honra ou uma terrível maldição. Combinando fatos contemporâneos com mitologia, fantasia com erudição, O Mar de Monstros diverte, encanta e ensina pais e filhos

Meus medos se mostraram infundados. O Mar de Monstros se mostrou bem melhor do que O Ladrão de Raios; os desafios foram mais difíceis, os personagens se desenvolveram mais e o plot ficou bem mais interessante. Gosto especialmente do relacionamento ente o Percy e Annabeth nesse livro. Para mim, eles são um ótimo exemplo de como se desenvolve um (pseudo, por enquanto) romance, e apesar da Annabeth não ser minha personagem preferida, ela é um personagem completo e não apenas o interesse romântico. É até meio bizarro ver isso acontecer em um livro para crianças, mas não ver em livros para jovens adultos ou adultos mesmo.

Foi nesse livro também que me lembrei o porquê de eu gostar tanto do Percy. Geralmente sou meio imparcial para protagonistas das histórias que leio (os secundários me interessam muito mais na maior parte das vezes), mas o Percy é um caso a parte. Eu realmente gosto dele. Ele é um idiota, mas um idiota divertido, e eu gosto do modo com que ele narra a série. Minha indisposição com livros narrados em primeira pessoa não é fraca de se vencer, mas em Percy Jackson e os Olimpianos isso não me incomoda em nada. Acho até que os livros perderiam um pouco da cor se fossem escritos em terceira pessoa.

Enfim, me animei novamente para continuar minha releitura depois de O Mar de Monstros. Planejo começar A Maldição do Titã ainda hoje (e depois vou ter que dar um jeito de comprar os últimos três de Os Heróis do Olimpo, oops). Enfim, 4 estrelas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s